Telefone/Fax: (67) 3317- 6955
Rádio
Perpétuo Socorro
CLÍQUE PARA OUVIR
MAIS NOTÍCIAS

Inscrições abertas para mestrado e doutorado em ciências agrárias e ambientais
07 DE AGOSTO

Terça-feira será de sol na maioria das regiões de MS com máxima de 31ºC
07 DE AGOSTO

Prefeitura abre seleção para técnicos em radiologia com salário de R$ 1,2 mil
06 DE AGOSTO

Seleção para vagas com salários de até 8,6 mil se encerram nesta terça-feira
06 DE AGOSTO

Tempo continua chuvoso nesta segunda-feira com máxima de 28ºC
06 DE AGOSTO

Mostra busca instruir estudantes sobre qual profissão seguir na graduação
03 DE AGOSTO

Sexta amanhece chovendo em algumas cidades e previsão é de céu nublado
03 DE AGOSTO

Enem: professores e servidores podem ser inscrever para aplicar provas
01 DE AGOSTO

Inscrições para curso de inglês da UEMS encerram nesta quinta-feira
01 DE AGOSTO

Temperaturas continuam amenas e tempo seco, sem previsão de chuva
01 DE AGOSTO

Prefeitura firma contratos de R$ 11 milhões para iluminação pública

Campo Grande News, 15 de Maio, 2018
15051808814 640x480 50a17a4da395b9424f36ff03d126997e
Os contratos firmados entre a Prefeitura de Campo Grande e as duas empresas vencedoras da licitação para manutenção da iluminação pública nas sete regiões urbanas da cidade, prevendo investimentos de R$ 11,1 milhões, já foram assinados e devem entrar em vigor assim que os extratos sejam publicados no Diário Oficial do Município –o que está previsto para acontecer nesta terça-feira (15).

Com a publicação, o Paço Municipal espera por em prática o plenajamento de colocar nas ruas 21 equipes para efetuar os reparos na rede, com capacidade de troca de até oito mil lâmpadas por mês –atualmente são nove equipes mobilizadas. O resultado do certame foi divulgado em 13 de março, porém, recursos de empresas desclassificadas atrasaram a assinatura dos contratos.

Estimada em cerca de R$ 15 milhões, a licitação deve resultar em gasto pouco superior a R$ 11 milhões ao longo de 12 meses –soma das propostas vencedoras, apresentadas pela JLC Ltda. e Construtora B&C, que representam uma economia de R$ 4,5 milhões, ou 29% da estimativa inicial.

Há pressa no início das operações das vencedoras do certame, uma vez que, desde setembro do ano passado, não há contratos em vigor para a manutenção do serviço. A licitação foi anunciada naquele mês, contudo, foi paralisada por determinação do TCE (Tribunal de Contas do Estado), que pediu adequações ao edital.

Depois, recursos de empresas na Justiça impediram o andamento das contratações. Três ações apresentadas por concorrentes foram rejeitados em primeira instância na semana passada.


Campo Grande News, 15 de Maio, 2018