Telefone/Fax: (67) 3317- 6955
Rádio
Perpétuo Socorro
CLÍQUE PARA OUVIR
MAIS NOTÍCIAS

Dia de Jejum e Oração pela Paz mobiliza Igreja no Brasil e no mundo
24 DE FEVEREIRO

Estado terá sábado de tempo claro com possibilidade de chuva na região oeste
24 DE FEVEREIRO

Educação é fundamental, diz padre sobre combate à violência juvenil
23 DE FEVEREIRO

Meteorologia prevê sexta-feira sem chuva na maior parte do Estado
23 DE FEVEREIRO

IFMS abre nesta sexta-feira inscrições de convocados na 3ª chamada
23 DE FEVEREIRO

Após estragos, chuva dá trégua e Inmet prevê dia nublado para MS
22 DE FEVEREIRO

Funsat abre inscrições para processo seletivo com salários de até R$ 8,4 mil
22 DE FEVEREIRO

Ciclone no sul do país traz chuva e põe MS sob alerta de tempestade
20 DE FEVEREIRO

Terminam nesta terça inscrições para 620 vagas de cursos a distância do IFMS
20 DE FEVEREIRO

Papa e a Cúria Romana participam de retiro espiritual nesta semana
19 DE FEVEREIRO

Papa no twitter: com misericórdia, acolhamos vítimas do tráfico humano

Canção Nova, 09 de Fevereiro, 2018
Em uma postagem por meio de sua conta oficial no Twitter, o Papa Francisco recordou o Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas, comemorado nesta quinta-feira, 8. “Com espírito de misericórdia, acolhamos as vítimas do tráfico de pessoas e aqueles que fogem da guerra e da fome”.

“Não podemos ficar em silêncio diante do sofrimento de milhões de pessoas cuja dignidade é ferida”, acrescentou o Papa em outro tweet.

Após a catequese desta terça-feira, 8, Francisco destacou que muitos migrantes acabam arriscando suas vidas por não terem acesso a canais regulares que possam poupá-los de abusos como exploração e escravidão.

Neste ano, o Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas tem como tema “Migração sem tráfico. Sim à liberdade! Não ao tráfico!”. A data, instituída em 2015, surgiu a partir do Papa Francisco em parceria com os Pontifícios Conselhos dos Migrantes e da Justiça e com a União Internacional dos Superiores Gerais.

No início deste ano, em audiência com embaixadores na Santa Sé, Francisco enfatizou a defesa dos direitos humanos e recordou que em continentes como Ásia, África e nas Américas, e países como Itália e outros estados europeus estão se empenhando no combate ao tráfico humano e a migração. “Não devemos esquecer que numerosos refugiados e migrantes procuram alcançar a Europa, porque sabem que nela podem encontrar paz e segurança, fruto aliás dum longo caminho que nasceu dos ideais dos Pais fundadores do projeto europeu depois da II Guerra Mundial”, disse à época.


Canção Nova, 09 de Fevereiro, 2018