Telefone/Fax: (67) 3317- 6955
Rádio
Perpétuo Socorro
CLÍQUE PARA OUVIR
MAIS NOTÍCIAS

Papa vai à Catedral de Santiago e encontra sacerdotes e religiosos
17 DE JANEIRO

Sem sede, Funtrab vai ao Conjunto União para atender trabalhadores
17 DE JANEIRO

Chuvas serão menos frequentes, mas ainda não dão trégua nesta 4ª-feira
17 DE JANEIRO

Inscrições para o ProUni começam dia 6 de fevereiro
16 DE JANEIRO

UFMS está com inscrições abertas para cursinho preparatório do Enem
16 DE JANEIRO

Rede de Ensino inova na Educação de MS - CRECI em 7 meses
16 DE JANEIRO

Terça-feira será de pancadas isoladas de chuva e temperaturas de até 33°C
16 DE JANEIRO

Migrantes e refugiados: "Proteger, promover e integrar, pede Papa
15 DE JANEIRO

Inscrições em concurso para professores de Medicina seguem aberta
15 DE JANEIRO

Semana começa com tempo instável e temperaturas de até 34°C
15 DE JANEIRO

PIS-Pasep: saque do abono salarial ano-base 2015 só pode ser feito até amanhã

Campo Grande News, 27 de Dezembro, 2017
Termina nesta quinta-feira (28) o prazo para saque do abono salarial ano-base 2015 pelos trabalhadores. Até o fim de novembro, 1,4 milhão de brasileiros com direito ao benefício ainda não tinham sacado o dinheiro. De acordo com o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), não haverá prorrogação do prazo.
Quem trabalhou na iniciativa privada em 2015 pode retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa Econômica Federal ou em uma casa lotérica. Servidores públicos devem procurar o Banco do Brasil. Cada trabalhador recebe valor proporcional ao número de meses trabalhados formalmente naquele ano. Se a pessoa trabalhou o ano todo, recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou por seis meses, por exemplo, recebe metade do valor. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937.

Quem tem direito - Para ter direito ao abono salarial ano-base 2015, é preciso ter trabalhado formalmente em 2015 e atender a alguns requisitos, como estar vinculado formalmente a uma empresa ou a um órgão público por pelo menos 30 dias naquele ano, ter remuneração média de até dois salários mínimos no período, estar inscrito no PIS (Programa de Integração Social) ou no Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) há pelo menos cinco anos e ter os dados informados corretamente pelo empregador na Rais (Relação Anual de Informações Sociais).

Para saber se tem direito ao benefício, é possível fazer uma consulta ao site do Ministério do Trabalho com o número do PIS ou do CPF e a data de nascimento. Também é possível obter informações nas agências bancárias ou ligando para o Alô Trabalho, 158. As ligações são gratuitas de telefone fixo em todo o país.

A Caixa Econômica Federal fornece a informação aos beneficiários do PIS também pelo telefone 0800-726 02 07. O Banco do Brasil atende os beneficiários do Pasep no número 0800-729 00 01.


Campo Grande News, 27 de Dezembro, 2017