Telefone/Fax: (67) 3317- 6955
Rádio
Perpétuo Socorro
CLÍQUE PARA OUVIR
MAIS NOTÍCIAS

Diante de dificuldades, Papa pede que cristãos permaneçam fiéis a Deus
18 DE JUNHO

Embaixada levará 50 estudantes brasileiros para intercâmbio nos EUA
18 DE JUNHO

Senac abre inscrições para 40 vagas em curso técnico gratuito
18 DE JUNHO

Consórcio antecipa "Operação Férias" e tira mais ônibus das ruas nesta 2ª
28 DE MAIO

Com 20 pontos de bloqueio, caminhoneiros mantêm greve pelo 8º dia
28 DE MAIO

Sol brilha forte nesta segunda-feira com baixa umidade ar no Estado
28 DE MAIO

Paralisação afeta entrega de provas e OAB adia para junho Exame de Ordem
26 DE MAIO

Professor leva alunos pela 1ª vez ao museu e faz ponte da arte à periferia
26 DE MAIO

Sábado começa fresco, mas máxima pode chegar a 30°C em cidades de MS
26 DE MAIO

Estudantes têm até amanhã para renovar contratos do Fies
24 DE MAIO

Papa Francisco pede sabedoria e paz sobre Jerusalém

Canção Nova, 07 de Dezembro, 2017
07121708854 cidade de jerusalem arquivocn
“Jerusalém é uma cidade única, sagrada para os judeus, os cristãos e os muçulmanos, que nela veneram os locais santos das respectivas religiões, e tem uma vocação especial à paz. Peço ao Senhor que esta identidade seja preservada e reforçada em benefício da Terra Santa, do Oriente Médio e do mundo inteiro”. Este foi o apelo do Papa Francisco em prol da cidade de Jerusalém, ao final da Audiência Geral desta quarta-feira, 6, na Sala Paulo VI.

O apelo do Pontífice foi motivado pela decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de anunciar nesta quarta-feira, 6, a mudança da embaixada estadunidense de Tel Aviv para Jerusalém. A Cidade Santa é disputada como capital também pelos palestinos. “Não posso silenciar a minha profunda preocupação pela situação que se criou nos últimos dias e, ao mesmo tempo, dirigir um forte apelo para que seja compromisso de todos respeitar o status da cidade, em conformidade com as pertinentes Resoluções das Nações Unidas”, pediu o Papa.

Leia também
.: Papa ao patriarca greco-ortodoxo de Jerusalém: trabalhemos pela unidade
.: Apelo do Papa pede o fim da violência em Jerusalém

O presidente palestino, Mahmoud Abbas, manifestou a Trump a preocupação de que esta mudança da política dos EUA possa ter consequências perigosas para o processo de paz em todo o Oriente Médio. Abbas fez um apelo ao Papa Francisco e aos presidentes de Rússia, França e Jordânia para que tentem dissuadir Trump. “Que prevaleçam sabedoria e prudência, para evitar acrescentar novos elementos de tensão num panorama mundial já turbulento e marcado por inúmeros e cruéis conflitos”, finalizou Francisco no apelo de paz ao Oriente.


Canção Nova, 07 de Dezembro, 2017