Telefone/Fax: (67) 3317- 6955
Rádio
Perpétuo Socorro
CLÍQUE PARA OUVIR
MAIS NOTÍCIAS

Energisa dará dicas de economia a visitantes da Cidade de Natal
09 DE DEZEMBRO

Agetran abre na segunda cadastramento para o Passe do Estudante 2018
09 DE DEZEMBRO

Com retomada do vestibular, UFMS fica com inscrições abertas até janeiro
09 DE DEZEMBRO

Presépio e Árvore de Natal são inaugurados na Praça São Pedro
08 DE DEZEMBRO

Na solenidade da Imaculada Conceição, Papa reza o Angelus com os fiéis
08 DE DEZEMBRO

Concurso público que oferece 83 vagas segue com inscrições abertas
08 DE DEZEMBRO

Previsão ainda é de pancadas de chuva, mas com menos intensidade
08 DE DEZEMBRO

Papa fará homenagem à Imaculada Conceição na solenidade desta sexta
07 DE DEZEMBRO

Papa Francisco pede sabedoria e paz sobre Jerusalém
07 DE DEZEMBRO

Tarifa branca de energia começa em 2018, mas consumidor deve ter cautela
07 DE DEZEMBRO

7 meios espirituais para aproveitar ao máximo o Advento
Dom Florian Kolfhaus
ACI digital, 05 de Dezembro, 2017
05121704449 adviento flickriglesiavalladolidcc by sa 20 071216
1. Jejuar no Advento

Mesmo se as quatro semanas anteriores ao Natal têm um caráter “mais alegre” do que a penitência prévia à Páscoa, devemos esperar o aniversário de Jesus para celebrar a ceia de Natal.

Não é apenas um sacrifício que tem um valor espiritual, mas um sacrifício que nos ajuda na expectativa para o Natal.

2. Levantar-se 10 minutos mais cedo

Não é fácil levantar-se cedo de manhã, mas um pouco mais de tempo cada dia nos dá a oportunidade de começar bem o dia com Deus: uma oração pessoal de manhã, uma breve leitura das Escrituras, a oração do Rosário, etc.

São Josemaría Escriva diz que o momento de se levantar é o “minuto heroico”, o qual decide sobre todo o dia.


A Bíblia nos diz que São José costumava se levantar rapidamente de um sonho e, sem dúvida, é um bom defensor daqueles que não podem deixar de lado a comodidade.

3. Dar presentes de coração

Todos os dias podemos dar um pequeno presente, carta ou imagem. Eu sempre me pergunto por que não alegrar alguém em cada dia de Advento?

É bom ter um plano prévio: dar de presente possivelmente uma fotografia preta e branca para um familiar, brinquedos dos meus filhos para um sobrinho, os casacos para um orfanato ou fazer biscoitos para uma casa de idosos.

4. Ter um tempo de silêncio todos os dias

Todos os dias de Advento, devemos contar com uma hora de silêncio. Nem rádio, nem telefone, nem televisão, nem música de fundo, mas aproveitar o tempo para os momentos de oração e reflexão. E se sentirmos agitação ou preocupações, devemos encaminhá-las para deixar que o Messias entre no coração. A paz externa e o silêncio interior quase limpam automaticamente a alma.

5. Visitar Jesus

O Natal não é do Papai Noel, mas do pequeno menino no presépio. É o Filho de Deus que nos alimenta verdadeiramente, tão pequeno e que despretensioso está presente em todos os tabernáculos.

O Natal é a celebração do “pão vivo” que desceu do céu como nosso alimento. Belém significa “casa do pão”.

Todos os dias, podemos visitar a igreja, embora seja apenas por alguns minutos. Participar da Missa é uma maneira de devoção.

6. Confessar-se

Jesus nasce em um estábulo, na pobreza e na simplicidade, longe do barulho dos albergues. Entretanto, São José certamente teve que remover as teias de aranha e a sujeira ao redor; enquanto Nossa Senhora arrumou a roupa de cama limpa para preparar um bom lugar para o recém-nascido. Acima de tudo, tinham um coração cheio de amor puro.

Sem confissão não há um bom Natal para os católicos. A palha velha ou podre deve ser varrida do coração; outras vezes limpar o pó é suficiente, mas Jesus sempre quer encontrar uma morada onde possa repousar.

7. Devoção a Maria

Sem Maria não existiria Jesus. Sem Maria não poderíamos celebrar o Natal, porque o Filho de Deus não se tornaria homem. Portanto, o caminho à Belém é o da mãe de Jesus, que também é o nosso caminho.

Todos os dias, deve-se rezar o Rosário. Devemos rezar à Virgem Maria todos os dias do Advento para receber Jesus e não só na véspera de Natal.

Também devemos rezar pela maternidade de todas as mulheres que esperam ou perderam um filho nesses dias.

É necessário nos dirigirmos à nossa Mãe, pedir-lhe a sua intercessão em nossas necessidades, para agradecer-lhe pelo seu sim em Nazaré, pelo cuidado e pela criação de Jesus, pela sua ajuda maternal a Ele e a nós, por sua lealdade na Cruz.

Podemos lhe dar flores, uma oração especial ou uma pequena peregrinação a uma igreja. Também podemos lhe dar uma nova alegria todos os dias, possivelmente reconciliando-nos com velhos inimigos, renunciado nossos maus hábitos ou oferecendo as dificuldades que temos em nosso trabalho.

Por que fazemos tudo isto? Somente para fazê-la feliz. A fim de dar algo em troca do melhor presente de todos: Jesus!

Dom Florian Kolfhaus
ACI digital, 05 de Dezembro, 2017